Recordar é Viver - A história da Sociedade Brasileira de Genética

Valor: 
R$20,00
Ficha Técnica: 

Editora: SBG
ISBN: 978-85-89265-13-3
Edição: 1°.
Número de páginas: 222
Lançamento: 2011

Autor(es): 
Francisco Mauro Salzano (Organizador)

A genética no Brasil desenvolveu-se desde os seus primórdios em condições privilegiadas, com forte inserção internacional. Investigações sistemáticas nessa área iniciaram-se na década de 30 do século passado, a partir de três figuras paradigmáticas, André Dreyfus, Carlos A. Krug e Friedrich G. Brieger. A esses deve-se acrescentar o nome de Theodosius Dobzhansky, russo naturalizado norte-americano, que também teve papel fundamental neste desenvolvimento através de um programa de intercâmbio Brasil-Estados Unidos da América. Em 1995 a comunidade já estava suficientemente amadurecida para o surgimento da Sociedade Brasileira de Genética (SBG), e este livro contmém informações e depoimentos de figuras importantes sobre os 56 anos de sua história. A SBG foi dirigida através de 28 gestões por 24 de seus membros (quatro deles foram presidentes duas vezes) e realizou 56 congressos nacionais, em 21 cidades. Além disso, ela teve papel preponderante no surgimento da Associação Latino-Americana de Genética em 1969, e 37 anos após em sua reativação. Ao longo desta obra o leitor irá familiarizar-se com fatos e personagens que fizeram história na ciência do país, e poderá traçar paralelos entre as pesquisas realizadas no Brasil e fora dele. Tem havido muitas críticas à pouca importância dada pelos cientistas brasileiros aos fatos de sua própria história. O presente livro tem como objetivo resgatar, pelo menos em seus delineamentos gerais, a memória de um setor importante da ciência nacional.

Assine nossa Newsletter